Dívidas fiscais de empresas em recuperação podem ser parceladas

Dívidas fiscais de empresas em recuperação podem ser parceladas

Foi aprovado pelo Confaz (Conselho Nacional de Política Fazendária) o parcelamento especial para dívidas fiscais de empresas em recuperação judicial. De acordo com o conselho, todos os Estados concordaram em conceder um prazo de 84 meses para que contribuintes nessa situação possam pagar seus débitos.

Para alguns tributaristas, no entanto, esse parcelamento terá pouca adesão. Um dos motivos é o fato de o prazo ser pequeno. Muitas empresas conseguem parcelamentos maiores no Judiciário.

 

Fonte: Valor Econômico