Vendas no Dia das Mães sobem entre 4% e 7,3%

16/05/2012 10:55

As vendas no Dia das Mães deste ano ficaram um pouco abaixo das previsões feitas pelos lojistas, que esperavam aumento entre 5% e 9%, em relação a 2011. Dados divulgados, ontem (14/5), mostram que a alta nas vendas ficou entre 4% e 7,3% neste ano, de acordo com três pesquisas de entidades que acompanham as vendas do comércio varejista.

O menor registro de alta foi registrado pelo SPC (Serviço de Proteção ao Crédito) ligado à CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas): de 4,04% em relação a 2011. O crescimento foi menor do que o do ano passado, quando a alta foi de 6,53% na comparação com 2010. O SPC Brasil calculou o dado com base no volume de consultas no varejo para compras no cheque ou crediário nos sete dias que antecederam o segundo sábado de maio, véspera do Dia das Mães.

Já o Boa Vista Serviços, que administra o SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), apontou que as vendas na data aumentaram 5,7% em relação a 2011. O indicador também apontou crescimento menor do que no ano passado, quando a alta no varejo foi de 7,9%, em comparação com 2010. O índice levou em conta as consultas, com abrangência nacional, realizadas no período de 05 a 13 de maio de 2012, comparadas às consultas feitas entre 30 de abril e 08 de maio de 2011.

O maior aumento divulgado até agora, de 7,3%, foi apontado pelo Indicador Serada Experian de Atividade de Comércio. A variação foi medida comparando a semana de 07 a 13 de maio deste ano e a semana do Dia das Mães de 2011 (02 a 08 de maio). O crescimento também foi menor do que o registrado no ano passado, quando as vendas subiram 12,4% na comparação com 2010.

O lançamento do novo modelo de iPad da Apple foi destaque no comércio do Dia das Mães deste ano. Em comparação com o final de semana anterior, a venda do produto triplicou, sem informar o volume vendido. A informação é do Grupo Pão de Açúcar, dono da rede Ponto Frio e dos supermercados Extra, entre outros.

O grupo comemorou também o crescimento de 35% nas vendas de eletroportáteis, em relação a 2011, com destaque para as cafeteiras expresso e panelas elétricas. O crescimento dos produtos da linha branca foi ainda maior: 54% em comparação com 2011, com destaque para lavadoras e fornos elétricos.

Fonte: O Estado de S. Paulo