Supermercados: consumidores das classes C, D e E são os que mais gastam

19/03/2012 08:26

 

As classes C, D e E são as que mais têm contribuição no crescimento dos gastos em supermercados, revela a pesquisa “Mudanças no Mercado Brasileiro 2012”, realizada pela Nielsen.

 

 

 

 

 

 

De acordo com o levantamento, das três classes em destaque, a maior participação vem das classes D e E, sendo que 36% dos pertencentes a elas têm importância de 29% no crescimento dos gastos.

Em seguida, aparecem as classes C1 e C2, com 21% e 23% dos pertencentes colaborando 22% cada, com o crescimento dos gastos.

As classes A e B possuem uma parcela menor de colaboradores, de 2% e 18%, respectivamente. Já a importância de gasto de cada uma das classes é de 4% e 23%, na mesma ordem.

Farma em destaque

Entre os canais pesquisados pela Nielsen, o segmento de farmácias foi o que mais cresceu entre 2010 e 2011, sendo observado um avanço de 315%.

De acordo com o levantamento, o segmento teve em 2011 um crescimento de 10% na quantidade de consumidores, sendo observado também um aumento de 12% no valor gasto.

Segundo o levantamento, a maior contribuição para o crescimento do setor também veio das classes C, D e E.

Produtos

O segmento de produtos perecíveis teve um aumento de 3,7% na procura, superando o crescimento total da cesta de produtos, que foi de 1,2%.

Em seguida, aparecem os produtos de higiene pessoal e beleza (+1,9%), bebidas não alcoólicas (+1,8%) e bebidas alcoólicas (1,6%). O segmento de produtos de limpeza caseira demonstrou estabilidade entre 2010 e 2011. Apenas os produtos de mercearia salgada sofreram retração, de 0,9%.

 

Fonte: Info Money Pessoal