Setor de cartões deve crescer 20% em 2012

22/03/2012 08:31

O mercado de cartões deve crescer 20% em 2012, segundo projeção da Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs). A expectativa é que os plásticos movimentem R$ 805,5 bilhões.

 

 

 

 

 

 

A Abecs estima ainda um total de 9,5 bilhões de transações para o ano, aumento de 15% ante 2011. O número de cartões deve crescer 9% e chegar a 746,2 milhões.

O presidente da Abecs, Claudio Yamaguti, disse que o crescimento projetado para este ano, de 20% do faturamento do mercado de cartões de crédito e débito, é uma estimativa "conservadora". Segundo ele, somente após os dados dos primeiros meses será possível traçar uma projeção mais aproximada da expansão do setor em 2012.

"Em 2011, houve uma queda nos porcentuais de crescimento, tanto que o governo, preocupado com varejo, passou a tomar medidas, como a redução do IPI e dos juros. Além disso, há fatores externos que não sabemos como podem afetar a economia brasileira. Por isso, somos conservadores com o aumento de 20%", afirmou.

Yamaguti acrescentou que, apesar da projeção para este ano apontar um ritmo de aumento do faturamento inferior ao de 2011, quando avançou 24%, o setor continuará com um crescimento robusto. "A média de crescimento dos últimos anos está na faixa dos 22%", disse.

Ele salientou que a entidade poderá rever a projeção até o final do primeiro semestre deste ano, quando o mercado terá perspectivas das vendas do varejo no segundo semestre - o principal período de vendas do comércio.

Em relação à expansão para 2012, as projeções levam em consideração a continuidade da migração dos meios de pagamento e a inclusão financeira, bem como a manutenção do cenário econômico interno favorável.

Os cartões de crédito devem gerar um faturamento de R$ 465 bilhões, alta de 21%; os de débito, R$ 242,3 bilhões, aumento de 21%; e os plásticos de rede de lojas, R$ 98 bilhões, incremento de 16%.

 

Fonte: O Estado de São Paulo