Safras menores elevam preços de arroz e feijão

11/08/2012 12:14

Apesar do recorde obtido pela safra brasileira de grãos em 2011/2012, os alimentos mais populares no País tiveram desempenho ruim no período. A safra do arroz rendeu 11,6 milhões de toneladas, uma queda de 15% em relação à temporada 2010/2011. Já as safras dos três tipos de feijão, juntas, somaram produção de 2,9 milhões de toneladas, uma retração de 22,1%.

Com isso, aumenta o preço destes alimentos no varejo, como se observa nas medições do IPCA (Índice Nacional de preços ao Consumidor Amplo) feitas pelo IBGE (Instituto Brasiileiro de Geografia e Estatística). No índice acumulado até julho de 2012, o arroz apresenta alta de 7,3%, e nos últimos 12 meses, de 12,7%. Já preço do feijão mulatinho aumentou 81,4% e 84,4%, respectivamente, nas mesmas bases comparativas. 

A situação do feijão é a mais preocupante. Para segurar os preços do grão, o Governo estuda estimular o seu plantio em outras regiões do País. Hoje, o Brasil é bastante dependente da produção da Bahia e do Sul do País neste alimento.

 

Fonte: Valor Econômico