Previsão de alta do PIB em 2012 cai para 1,03%, diz Banco Central

12/12/2012 18:43

Os analistas do mercado financeiro reduziram suas previsões de crescimento para a economia brasileira em 2012 para 1,03%, em vez do 1,27% previsto até semana passada. A previsão contrasta com o 2% de expansão calculado pelo Governo Federal e aparece no Boletim Focus, publicação semanal do Banco Central.

Os analistas também recortaram suas previsões de crescimento para 2013, que eram de 3,7% até semana passada e se situam agora em 3,5%, e não mais a expansão de entre 4% e 5% que o Governo ainda mantém.

De acordo com o Boletim Focus, os analistas esperam para este ano uma inflação de 5,58%, superior ao 5,43% calculada até semana passada, e mantêm sua previsão de uma alta dos preços em torno de 5,4% para 2013.

Segundo o Banco Central, as percepções do setor privado sobre o desempenho da economia pioraram na última semana, depois que o Governo informou que o Produto Interno Bruto (PIB) só cresceu 0,6% no terceiro trimestre, quando os cálculos oficiais vaticinavam pelo menos 1,2%.

A constatação que a economia brasileira pisou no freio levou na semana passada a revista "The Economist" a sugerir a saída do ministro da Fazenda, Guido Mantega, o que motivou uma resposta firme da presidente Dilma Rousseff.

"De nenhuma maneira posso aceitar isso", declarou Dilma na semana passada, quando inclusive afirmou que nunca fez "sugestões" desse tipo aos países desenvolvidos afetados pela crise global.

 

Fonte: Portal Newtrade, Via Exame.com.br