Petrópolis planeja investir R$ 255 milhões

23/03/2012 14:30

O objetivo é expandir a produção de cerveja em 13% e atingir a marca de 1,75 milhão de litros. Serão investidos R$ 162 milhões em marketing e R$ 93 milhões na produção (compra de equipamentos e eventual contratação de pessoal no fim do ano). Em 2011, os gastos com marketing somaram R$ 112 milhões. A produção recebeu R$ 121 milhões.

 

 

 

 

 

"Hoje, o grupo já tem capacidade produtiva para suportar o crescimento que estimamos", disse o diretor de marketing, Douglas Costa. Segundo ele, o mercado nacional de cerveja deve crescer entre 4% e 5% neste ano.

A Petrópolis deve definir, nos próximos dois a três anos, o local de instalação de uma nova fábrica. O objetivo é ter três ou quatro novas fábricas até 2020, para alcançar cobertura nacional. O foco principal é entrar no Sul e no Nordeste. Atualmente, a Petrópolis tem quatro fábricas: três no eixo Rio- São Paulo e uma na região Centro-Oeste. Sua distribuição cobre cerca de 35% do mercado nacional.

Em 2011, a produção de cervejas da Petrópolis foi de 1,73 milhão de litros. A empresa cresceu 13,6% no ano, enquanto o mercado brasileiro ficou estagnado. Em setembro, a cervejaria chegou ao segundo lugar no varejo, posição que perdeu para a Schincariol em fevereiro. "Isso já era esperado", diz Costa. A queda ocorreu devido "ao esforço de marketing e ações de preços muito fortes dos concorrentes durante o Carnaval".

A cervejaria não tem presença no Nordeste nem no Sul do País, mas tem forte penetração no Centro-Oeste, região não auditada pela Nielsen. "A marca Crystal chega a ter mais de 50% em algumas áreas da região", afirmou o diretor.

 

Fonte: Valor Econômico - Por Redação SM