No Dia da Criança, 52% dos varejistas esperam faturamento maior

05/10/2012 15:32

Mais da metade (52%) dos empresários do varejo espera aumentar o faturamento do Dia da Criança deste ano em comparação com a mesma data de 2011, aponta pesquisa nacional divulgada nesta sexta-feira (28) pela Serasa Experian. Para 35% dos 991 entrevistados, o faturamento será igual ao Dia da Criança do ano passado e para 13% cairá. Na pesquisa realizada no ano passado, 53% dos varejistas esperavam aumento no faturamento, 38% acreditavam em estabilidade e 9%, em queda.

Otimismo parecido havia sido verificado no Dia das Mães, quando 56% dos entrevistados esperavam aumento no faturamento. Nas datas seguintes, a boa expectativa havia diminuído: no Dia dos Namorados 49% acreditavam em alta e no Dia dos Pais 41% previam aumento. "Essa melhora no otimismo do varejista decorre da redução das taxas de juros e dos estímulos ao consumo estabelecidos pelo governo", afirma a empresa, em nota distribuída à imprensa.

As grandes empresas do varejo são mais otimistas porque oferecem condições de parcelamento mais atrativas aos consumidores. De acordo com a pesquisa, 71% dos executivos de grandes negócios do varejo preveem faturamento mais alto neste ano, enquanto nas médias empresas o porcentual é de 59% e nas pequenas, de 52%. Os produtos mais ofertados na data serão brinquedos (73%). Segundo previsão dos empresários consultados, 36% dos consumidores vão gastar até R$ 50 e 37%, de R$ 51 a R$ 100.

E-commerce deve faturar R$ 855 milhões
O Dia das Crianças é a terceira data mais lucrativa para o e-commerce brasileiro, atrás apenas do Natal e do Dia das Mães. Neste ano, o comércio eletrônico brasileiro deve faturar R$ 855 milhões com a data.

De acordo com o e-bit, o número será 20% maior do que o valor obtido no ano passado. "Nas últimas semanas, observamos um forte crescimento na procura de cupons de descontos em produtos de informática, eletrônicos, games e principalmente em brinquedos", aponta Pedro Eugenio – CEO do Busca Descontos – www.buscadescontos.com.br - portal que reúne cupons de descontos dos principais varejistas do Brasil.

Em 2011 a data movimentou R$ 713 milhões no comércio eletrônico, um crescimento nominal de 16% em comparação ao mesmo período de 2010.

 

Fonte: Portal Newtrade