Internet está envolvida em mais de 50% das vendas físicas

11/12/2015 11:11

Um estudo realizado pela consultoria BCG (The Boston Consulting Group) com 2,5 mil internautas mostrou que o comércio eletrônico no Brasil tem uma influência muito maior que o volume de vendas que o segmento alcança. Segundo a consultoria, mais da metade das vendas do varejo físico envolveram lojas virtuais no processo. Em 2014, US$ 16 bilhões foram movimentados pelo e-commerce, o que responde por 4% do varejo no País.

A pesquisa do BCG mostra que existem no País 106 milhões de consumidores com acesso à internet, ou pouco mais de 50% da população. Nesse universo, 72% dos consumidores descobrem produtos navegando na internet. Além disso, 61% dos consumidores pesquisam informações sobre produtos e preços em sites de comércio eletrônico antes de ir às compras. 

A análise também mostrou que 30% dos internautas fazem compras pela internet e 70% usam sites e redes sociais para avaliar produtos e o atendimento das varejistas após a compra.

"O varejo on-line acaba tendo uma influência muito maior do que o resultado de vendas em si. Mas é preciso que os sites de comércio eletrônico retirem barreiras ligadas a pagamento eletrônico e distribuição para que esse percentual de vendas on-line aumente", afirma Silvia Sonneveld, sócia do BCG.

A consultoria estima que, até 2019, cerca de 69% da população terá acesso à rede mundial de computadores. "A expectativa é que, dentro de cinco anos, o peso do comércio eletrônico seja bem maior e as lojas físicas passem a funcionar mais como um showroom, apenas para experiência com produtos", diz.

 

Fonte: Valor Econômico, via Redação SM