Inadimplência do consumidor fica estável em setembro

31/10/2012 09:54

O índice se manteve na casa dos 7,9% do total de operações, entre agosto e setembro, segundo o Banco Central. Na comparação com setembro de 2011, houve aumento de 0,9 ponto percentual.

Entre as modalidades analisadas pelo BC, a aquisição de bens diversos teve o maior índice de inadimplência em setembro, de 13,3%. Apesar disso, esse indicador teve queda de 0,4 ponto percentual em relação ao mesmo mês em 2011. O cheque especial teve taxa de 12,2%, e a aquisição de veículos, bem como o crédito pessoal, 6%.

O Banco Central considera inadimplência os pagamentos atrasados em mais de 90 dias. Os atrasos entre 15 e 90 dias, também computados no indicador, tiveram índice de 6,3% em setembro. Assim, os pagamentos com algum tipo de atraso totalizam 14,2% do total de operações feitas no mês.

 

Fonte: Infomoney