Governo discute com o setor supermercadista propostas de desenvolvimento

15/03/2012 18:17

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Rond ônia- FECOMERCIO, a pedido do Governo do Estado, reuniu os principais empresários do setor supermercadista e atacadista para discutir propostas de desenvolvimento do Setor.

 

 

A reunião ocorreu no Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial- SENAC, e foi presidida pelo empresário Raniery Coelho com a participação do ex-ministro Mangabeira Unger, do Conselho Estratégico de Desenvolvimento do Estado CONEDES e do secretário Edevaldo Brito, da Indústria Comercio e Turismo.

O Governo pretende ouvir o setor empresarial quais as dificuldades enfrentadas e propostas para que se possa discutir um plano de ação visando aumentar a produtividade para gerar mais emprego renda no Estado.

Mangabeira, em sua fala, disse que o Governo traçou dois pontos básicos de atuação para o fortalecimento da economia. O primeiro se foca na evolução de um novo modelo agropecuário de transformação, agregando valor ao produto num processo de agro industrialização. Para isso, ressalta, se faz necessário um trabalho intenso de regularização fundiária e de incentivos.

O segundo passo, disse o representante do Governo, se firma na Educação. “O povo brasileiro não quer caridade. Precisa de oportunidade e Rondônia pode ser a vanguarda de novas iniciativas que sirva de caminho para o Brasil.” Explicou.

GRUPO DE TRABALHO

O presidente da Fecomércio ressaltou que a entidade enviou ao Governo solicitação de uma lista dos principais projetos de desenvolvimento que estão sendo implementados para se possa montar um grupo de trabalho com a participação do setor empresarial de modo que as questões sejam amplamente debatidas. Para ele, não adianta o Governo caminhar numa direção e o setor empresarial em outra. Os caminhos precisam se encontrar para o progresso ocorra.

O presidente do SINALIMENTOS-RO, Sindicato que representa os supermercados no Estado de Rondônia, João Gonçalves, um dos maiores empregadores do Estado, disse que é preciso criar mecanismo para fortalecer aqueles empresários que chegaram primeiro nesse estado, ficaram raízes e ajudaram a desenvolver. ‘Temos que valorizar quem investe e gera emprego’, disse.

Participaram ainda da reunião representantes dos supermercados Centro Norte, Jardim, Trento, distribuidoras Rover, Nova Era e Coimbra. Uma nova reunião de trabalho será marcada para a formação dos grupos de trabalho.

 

Fonte: Fecomércio-RO