Fôlego para consumo ainda é bom

28/03/2012 10:01

O volume de vendas do comércio varejista cresceu 2,6% em janeiro deste ano, na comparação com o mês anterior, já descontados os efeitos sazonais, de acordo com dados da Pesquisa Mensal de Comércio (PMC), divulgados nesta sexta-feira (23) pelo IBGE.

 

 

Em relação ao mesmo mês do ano de 2011, a PMC registrou elevação de 7,3% e, em doze meses, alta de 6,6%.

“Mesmo em um ritmo ainda mais fraco, esses resultados sinalizam um desempenho favorável do consumo das famílias neste começo de ano”, afirma Bruno Fernandes, da Divisão Econômica da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). A entidade projeta crescimento em torno de 7% para o comércio varejista este ano.

Para a CNC, o aumento nominal de 14,0% no salário mínimo, em janeiro, impactou salários no início do mês seguinte e devem refletir positivamente nos resultados das vendas de bens não duráveis em fevereiro. No entanto, explica Bruno, indicadores antecedentes mostram que a recuperação do consumo das famílias no primeiro trimestre do ano segue um ritmo mais fraco, devendo refletir em um crescimento mais moderado das vendas do comércio no curto prazo. “Acreditamos que os reais efeitos dos estímulos fiscais e monetários adotados a partir do fim do ano passado devem ser sentidos no segundo semestre de 2012, impactando num ritmo mais forte da demanda doméstica no período”, contextualiza.

 

Fonte: Portal - CNC