Economia do Nordeste e Norte recuou 3% em 2015

09/03/2016 07:58

A economia do Norte/Nordeste apresentou uma queda de 3% ano passado sobre 2014, quando havia crescido 2%. Os dados são do IBCR (Índice de Atividade Econômica Regional), calculado pelo Banco Central.

Os principais motivos para a retração do PIB do Norte/Nordeste foi o fraco desempenho do setores de comércio e de construção, dos quais essas regiões são mais dependentes. Quem explica é Flávio Ataliba Barreto, diretor-geral do Ipece (Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica), do Ceará.

Outro problema foi a queda nos investimentos públicos, devido às restrições orçamentárias, o que paralisou muitas obras. “Em 2014, ainda estava circulando muito dinheiro na economia, os investimentos não tinham parado e conseguimos manter um crescimento dois pontos percentuais maior que o do Brasil”, afirma Flávio Figueiredo, presidente da Condepe, agência de planejamento e pesquisas de Pernambuco.

Já o Sudeste fechou com recuo de 2,5% em 2015. Em 2014, o segmento que mais afetado havia sido o industrial, o que tem maior impacto no Sudeste, além do Sul do País.

 

Fonte: Folha de S. Paulo, via redação SM