CNC projeta taxa de desemprego média de 5,7% para este ano

24/02/2012 07:29

A taxa de desocupação medida pela Pesquisa Mensal do Emprego (PME) do IBGE para as regiões metropolitanas do Brasil iniciou 2012 em alta, alcançando 5,5% em janeiro ante 4,7% em dezembro de 2011. Desconsiderando os fatores sazonais, a taxa de desemprego ficou estável em 5,8%, como resultado do crescimento em igual ritmo da População Ocupada e da População Economicamente Ativa, correspondente a 0,2%.

A Divisão Econômica da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) destaca que houve pequena recuperação no ritmo de geração de emprego em janeiro, o que manteve a taxa de desocupação em patamares baixos, sobretudo quando descontados os fatores sazonais. “Com um melhor desempenho econômico esperado a partir do segundo semestre de 2012, esperamos também um mercado de trabalho mais favorável ao longo do ano”, explica Marianne Hanson, economista da Confederação.

A CNC estima, para este ano, uma taxa de desemprego média de 5,7% (ante 6,0% em 2011), um crescimento de 2,2% da população ocupada (ante 1,3% em 2011) e um aumento da renda real de 2,8% (ante 2,6% registrados em 2011).

 

Fonte: Redação CNC