Cervejas premium representam 6% das vendas da Ambev

24/09/2013 14:17

Foi o que afirmou Alexandre Medicis, vice presidente de vendas da companhia. Segundo ele, a participação  das marcas premium no volume de vendas da Ambev está condizente com a média do mercado nacional, de 6%. Mas, na medição em valores, Medicis afirma que o segmento tem um peso maior nas vendas.

Para continuar crescendo nesse tipo de cerveja, a Ambev já conta com um extenso portfólio, e não deve adquirir mais rótulos. "Não pensamos em comprar mais marcas, vamos investir no que já temos. As famílias de cervejas já existentes devem ganhar apenas variantes"”, explica Medicis.

Uma das grandes apostas da Ambev é a Budweiser, que patrocina a Copa do Mundo no Brasil e está situada em uma faixa de preço intermediária. Também há grande potencial de crescimento na importação de rótulos da Ambev no exterior, como a belga Leffe, a argentina Quilmes e a uruguaia Norteña.

Sem álcool

Já a representatividade das cervejas sem álcool nas vendas da Ambev ainda é muito baixo, de cerca de 1% das vendas. Executivos da empresa também veem potencial de crescimento desse portfólio após o endurecimento da lei seca.

O último lançamento, há três meses, foi da Brahma 0,0%, que se soma aos rótulos Liber e Kronenbier. A Kronenbier, porém, possui uma quantidade residual de alcool.
 

Fonte: IG