Cencosud está perto de comprar a mineira DMA

03/04/2012 17:18

De acordo com reportagem publicada no jornal Valor Econômico, as negociações para a venda da DMA Distribuidora, dona da rede de supermercados Epa, para a chilena Cencosud avançaram nas últimas semanas.

 

 

Maior varejista brasileira de supermercados de Minas Gerais, o grupo controla, além do Epa, as cadeias Via Brasil e Mart Plus, que somavam 94 lojas em dezembro de 2011 e registraram faturamento de R$ 2 bilhões no ano passado.

Segundo uma fonte ligada às varejistas, após dois meses de negociações mais intensas, as partes conseguiram chegar a um consenso em relação ao valor final, de R$ 1,3 bilhão (cerca de US$ 770 milhões), incluindo nessa soma o montante da dívida da DMA, presidida hoje pelo sócio-fundador, José Nogueira.

O grupo Cencosud quer crescer no País por meio de novas aquisições, e, por isso, continua a sondar varejistas locais. O Cencosud tem 152 lojas no Brasil, adquiridas desde 2007 por meio da compra de seis supermercadistas - redes G.Barbosa (SE), Super Família (CE), Perini (BA), Cardoso (BA), Bretas (MG) e Prezunic (RJ).

A finalização do negócio com a DMA dependeria, basicamente, de detalhes burocráticos. Se a negociação for fechada, Horst Paulmann, presidente do Cencosud, deve vir ao Brasil assinar o contrato de compra. Procurada, a rede chilena não se manifestou sobre a informação até o fechamento desta edição. A DMA Distribuidora nega que as partes estejam em conversas para a venda da operação.
Desde o ano passado, existiam informações no mercado do interesse do Cencosud e do Walmart no grupo mineiro, mas o Walmart nunca chegou a avaliar a hipótese de compra do negócio, conforme apurou o Valor.

O único interessado neste momento é o Cencosud, que, se finalizar a aquisição, alcançará receita bruta anual de R$ 10,9 bilhões no País. Além disso, a rede chilena passa a ter uma operação complementar à já existente na região - a companhia adquiriu em outubro de 2010 a rede mineira Bretas. Com uma possível aquisição do grupo DMA, o Cencosud ficaria com as sete lojas da cadeia Mart Plus, focada no atendimento aos públicos das classes A e B.

Num período de dois anos, entre abril de 2010 e abril de 2012, o grupo chileno adquiriu cinco empresas (Super Família, Perini, Cardoso, Bretas e Prezunic), com desembolso total de US$ 1,368 bilhão (R$ 2,2 bilhões). As duas últimas foram as maiores e consideradas estratégicas dentro do plano de expansão do grupo, que passa pela necessidade de um rápido ganho de escala para que a operação torne-se mais rentável.

As movimentações do Cencosud são vistas pelo mercado como a terceira onda de aquisições desse setor no Brasil nos últimos 15 anos. Na segunda metade da década de 90 até o início dos anos 2000, Grupo Pão de Açúcar e Carrefour disputaram ativos no País, no primeiro pontapé do processo de consolidação do setor.

A entrada do Walmart no Brasil, em 1995, abriu espaço para novas compras em 2004 e 2005, numa disputa da rede americana com o GPA e o Carrefour. Neste momento o Cencosud lidera uma nova fase de consolidação

 

Fonte: Valor Econômico, por redação SM