Aumenta a oferta de produtos sem lactose no Brasil

23/08/2014 09:58

Empresas do setor de alimentos, em especial as que vendem leite e seus derivados, descobriram um mercado que não para de crescer: o dos produtos sem lactose. Esse segmento está sendo alavancado por consumidores com incapacidade parcial ou completa de digerir o açúcar do leite e derivados e pela moda das dietas funcionais.

O médico Dráuzio Varela, em seu site, diz que "pesquisas mostram que 70% dos brasileiros apresentam algum grau de intolerância à lactose, que pode ser leve, moderado ou grave, segundo o tipo de deficiência apresentada." Esta fatia dá uma ideia do potencial a ser explorado por empresas que apostem em produtos sem lactose.

A novidade boa para quem depende desses alimentos é que há cada vez mais opções. Neste mês, a Verde Campo coloca no mercado o primeiro creme de leite fresco sem lactose. Também em agosto, a Usina de Laticínios Jussara começa a produção do leite zero lactose para substituir o de baixa lactose que comercializa atualmente.

"Este ainda é um mercado de nicho, mas que tem crescido acima de 20% ao ano", diz Laércio Barbosa, sócio-proprietário e diretor comercial da Jussara, que também atende a linha Taeq, do grupo Pão de Açúcar. O investimento da empresa para produção do leite com zero lactose demandou um investimento de R$ 2,5 milhões.

O leite Jussara com baixa lactose começou a ser vendido em 2012 e a produção atual é de 100 mil litros por mês. A expectativa é que o novo produto, com teor zero, tenha volume mensal de 1 milhão de litros. "Percebemos que há uma migração de consumidores de leite de soja que estão voltando para o leite de vaca", diz Barbosa, que na Jussara também tem um portfólio com 16 produtos à base de soja.

Várias marcas de leite já aderiram ao conceito "zero lactose". Entre elas estão Parmalat, Italac, Piracanjuba e Batavo.

 

Fonte: Valor Econômico