Abilio Diniz é destituído de conselho do grupo francês Casino

30/03/2012 16:51

 

O empresário Abilio Diniz não será mais conselheiro do grupo francês Casino, cargo que ocupava desde 1999. A decisão foi tomada na tarde de hoje (29/3), na sede do Casino, em Paris, durante reunião do Conselho de Administração do grupo.

 

 

 

No próximo dia 11 de maio, uma assembleia geral dos acionistas deverá referendar a decisão de afastá-lo, por questão de "conflito de interesses".
O Casino é sócio do Grupo Pão de Açúcar e se opôs aos planos de Diniz de adquirir o Carrefour. Os dois grupos travam uma briga judicial em uma corte de arbitragem na França.

Além de Diniz, o conselho de administração também recomendou veto ao nome de Philippe Houzé, presidente do grupo Galeria Lafayette, como conselheiro.
O Casino iniciou, na semana passada, o processo formal para assumir o Pão de Açúcar. O grupo francês enviou notificação a Diniz sobre a decisão de exercer o direito de nomear o chairman do Conselho de Administração da Wilkes, holding de controle do Grupo Pão de Açúcar.

Diante do ocorrido, Abilio Diniz se manifestou - por meio de comunicado - afirmando que durante os últimos 12 anos, mesmo em momentos difíceis, defendeu os interesses do Casino e de seus acionistas,  mantendo o compromisso de apoiar a companhia. Abilio Diniz espera que o Casino faça o mesmo enquanto acionista do Grupo Pão de Açúcar. O empresário informa ainda que mantém a posição de Presidente do Conselho de Administração do GPA.

Aproveitando o comunicado de destituição de Diniz e Houze do Conselho, Jean-Charles Naouri, presidente do Casino, informou, ontem, que o objetivo do Grupo também é focar na internacionalização e na presença feminina no Conselho. Sendo assim, decidiu submeter à Assembleia Geral, a nomeação de Sylvia Jay, presidente da L'Oréal Reino Unido, como conselheira.